Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da - OECD.org

Loading...

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

GLOSSÁRIO DA AVALIAÇÃO E DA GESTÃO CENTRADA NOS RESULTADOS Termos agrupados por categorias

Terms grouped by categories

Garantia de qualidade Apreciação prévia Auditoria Conclusões Avaliabilidade Avaliação Retroacção / Assimilação de ensinamentos Constatações / Achados Lições aprendidas / Ensinamentos Acompanhamento / Monitorização Medição dos desempenhos Garantia de qualidade Recomendações Gestão centrada nos resultados

Quality assurance Appraisal Audit Conclusions Evaluability Evaluation Feedback Finding Lessons learned Monitoring Performance measurement Quality assurance Recommendations Result-based management

Detentores de interesse Beneficiários Parceiros Público alvo / População alvo Detentores de interesse Grupo alvo / População alvo

Stakeholders Beneficiaries Partners Reach Stakeholders Target group

Quadro lógico Actividade Pressupostos / Hipóteses Objectivo de desenvolvimento específico Quadro lógico

/

Logical framework Activity Assumptions Objectivo Development objective Logical framework

Gestão centrada nos resultados Resulted-based management Ponto de referência / Padrão / Índice de Benchmark Comparação / Marco Recursos Inputs Efeito Outcome Produto / Resultado imediato Outputs Desempenho / Performance Performance Indicador de desempenho / de performance Performance indicator Medição dos desempenhos / Indicador da Performance measurement performance Acompanhamento/ monitorização dos Performance monitoring desempenhos Objectivo do projecto ou do programa Project or program objective Finalidade Purpose Resultados Result Cadeia de resultados Results chain Quadro de resultados Results framework Gestão centrada nos resultados Results-based management

1

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Instrumentos de avaliação, medidas, análises e critérios Responsabilidade de prestar contas / Transparência Instrumentos de análise Atribuição / Imputação Estudos de base / Estudo de situação prévia Cenário em ausência de intervenção Instrumentos de recolha de dados Economia Efeito Eficácia Eficiência Retroacção / Assimilação de ensinamentos Objectivo geral Impactes Indicador Impacte em termos de desenvolvimento institucional Lições aprendidas / Ensinamentos Público alvo / População alvo Relevância / Pertinência Fiabilidade Sustentabilidade Termos de referência Triangulação Validade

Evaluation tools, measures, analyses, and criteria Accountability Analytical tools Attribution Base-line study Counterfactual Data collection tools Economy Effect Effectiveness Efficiency Feedback Goal Impacts Indicator Institutional development impact Lessons learned Reach Relevance Reliability Sustainability Terms of reference Triangulation Validity

Tipos de avaliação Types of evaluations Avaliação de conjunto(s) Cluster evaluation Avaliação de programa nacional / Avaliação da Country program evaluation/ Country ajuda a um país assistance evaluation Avaliação prévia / Pré-avaliação / Avaliação ex- Ex-ante evaluation ante Avaliação final / Avaliação ex-post Ex-post evaluation Avaliação externa External evaluation Avaliação formativa Formative evaluation Avaliação independente Independent evaluation Avaliação interna Internal evaluation Avaliação conjunta Joint evaluation Metavaliação Meta-evaluation Avaliação a meio percurso Mid-term evaluation Avaliação participativa Participatory evaluation Avaliação de processos Process evaluation Avaliação de programas Program evaluation Avaliação de projecto Project evaluation Exame Review Análise de riscos Risk analysis Avaliação de programa sectorial Sector program evaluation Auto-avaliação Self-evaluation Avaliação sumativa Summative evaluation

2

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Avaliação temática

Thematic evaluation

Responsabilidade de prestar contas

(Accountability)

Obrigação de demonstrar que o trabalho foi conduzido de acordo com as regras e as normas estabelecidas, ou obrigação de demonstrar de forma clara e imparcial os resultados e o desempenho face ao estipulado e/ou aos objectivos fixados. Isto pode exigir uma demonstração precisa, eventualmente jurídica, de que o trabalho foi realizado segundo os termos do contrato. Nota: no contexto do desenvolvimento, o termo pode referir-se à obrigação dos parceiros de agir segundo as responsabilidades claramente estabelecidas, respectivos papeis e expectativas de desempenhos, muitas vezes no respeito de uma gestão prudente dos recursos. No que diz respeito aos avaliadores, o termo está relacionado com a responsabilidade de fornecer apreciações do desempenho e relatórios de acompanhamento/monitorização precisos, imparciais e credíveis. Para os decisores e gestores do sector público, o dever de prestar contas efectua-se perante os contribuintes e os cidadãos.

____________________________________

Actividade

(Activity)

Acções realizadas ou trabalhos feitos com vista à produção de realizações específicas. A actividade mobiliza recursos tais como fundos, assistência técnica e outros tipos de meios. Termo relacionado: intervenção de desenvolvimento.

____________________________________

Instrumentos de análise

(Analytical tools)

Métodos/técnicas utilizados para tratar e interpretar a informação durante uma avaliação.

____________________________________

Apreciação prévia

(Appraisal)

Apreciação global da pertinência, viabilidade e sustentabilidade provável de uma intervenção de desenvolvimento antes que a decisão de financiamento seja tomada. Nota: nas agências e bancos de desenvolvimento, o objectivo desta apreciação prévia é fornecer aos decisores os elementos necessários para decidir se a acção representa uma utilização adequada dos recursos da organização. Termos relacionado: avaliação prévia.

3

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

____________________________________

Pressupostos (Hipóteses)

(Assumptions)

Hipóteses/suposições sobre factores ou riscos que podem ter repercussões na evolução ou no sucesso da intervenção de desenvolvimento. Nota: este termo também se pode aplicar a factores que condicionam a validade da própria avaliação, por exemplo as características da população em que é retirada a amostra de um inquérito. Numa abordagem “teórica” da avaliação, as hipóteses levantadas são sistematicamente verificadas em relação à cadeia de resultados prévia.

____________________________________

Atribuição (Imputação)

(Attribution)

Confirmação de uma relação causal entre as mudanças observadas (ou que se espera observar) e uma acção específica. Nota: a atribuição refere-se à responsabilidade da mudança por parte da acção avaliada. Representa a parte dos efeitos observados que é atribuível a uma intervenção específica ou à acção de um ou mais parceiros. Pressupõe que se tenha em consideração outras intervenções, factores exógenos (antecipados ou não) e choques externos.

____________________________________

Auditoria

(Audit)

Actividade de controlo em matéria de qualidade, realizada de forma objectiva e independente e destinada a melhorar as operações de uma organização e a aumentar o seu valor. A auditoria ajuda uma organização a alcançar os seus objectivos graças a uma abordagem sistemática e rigorosa para apreciar e melhorar a eficácia da gestão de riscos, do controlo e dos processos de governação. Nota: deve ser feita uma distinção entre a auditoria regular (de controlo, exemplo: controlo financeiro) que se centra sobretudo na conformidade com os procedimentos e regulamentos em vigor e a auditoria do desempenho que se interessa pela pertinência, a economia, a eficácia e a eficiência. A auditoria interna fornece uma apreciação dos controlos internos exercidos por uma unidade prestando contas à direcção, enquanto a auditoria externa é realizada por um organismo independente.

____________________________________

Estudo de base (Estudo de situação prévia)

(Base-line study)

4

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Análise que descreve a situação antes do lançamento de uma intervenção de desenvolvimento e relativamente à qual se podem apreciar os progressos ou fazer comparações.

____________________________________

Ponto de referência (Padrão / Índice de Comparação / Marco)

(Benchmark)

Ponto de referência ou padrão em relação ao qual o desempenho ou os resultados obtidos são apreciados. Nota: o padrão refere-se ao desempenho alcançado no passado recente por outras organizações comparáveis ou ao que se poderia pensar atingir de forma razoável num determinado contexto.

____________________________________

Beneficiários

(Beneficiaries)

Indivíduos, grupos ou organizações que beneficiam da intervenção de desenvolvimento, directamente ou não, intencionalmente ou não. Termo relacionado: público alvo.

____________________________________

Avaliação de conjunto(s)

(Cluster evaluation)

Avaliação de um conjunto de actividades, projectos ou programas interelacionados.

____________________________________

Conclusões

(Conclusions)

As conclusões fazem sobressair os factores de sucesso e de fracasso de uma intervenção avaliada, dando uma atenção particular aos resultados e impactes, esperados ou não, e de uma forma mais geral a quaisquer outros pontos fortes e fracos. Uma conclusão remete para os dados e para as análises elaboradas através de uma cadeia transparente de argumentos.

____________________________________

Cenário em ausência de intervenção

(Counterfactual)

Situações ou condições em que hipoteticamente se encontrariam as pessoas, organizações ou grupos, se a intervenção de desenvolvimento não tivesse sido realizada.

5

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

____________________________________

Avaliação de programa nacional / Avaliação da ajuda a um país evaluation/ Country assistance evaluation)

(Country program

Avaliação das intervenções de desenvolvimento de uma ou mais agências doadoras e da estratégia de ajuda que lhe está subjacente, num país receptor.

____________________________________

Instrumentos de recolha de dados

(Data collection tools)

Métodos utilizados para identificar as fontes de informação e recolher dados, no decurso de uma avaliação. Nota: por exemplo, inquéritos formais ou informais, observação directa e participativa, entrevistas a comunidades, grupos de controlo, opinião de especialistas, estudos de caso e pesquisa documental.

____________________________________

Intervenção de desenvolvimento

(Development intervention)

Instrumento de ajuda utilizado por um parceiro (doador ou não) com vista à promoção do desenvolvimento. Nota: por exemplo, projectos, programas, conselho ou parecer sobre políticas.

____________________________________

Objectivo de desenvolvimento /Objectivo específico

(Development objective)

Impacte positivo esperado, em termos físicos, financeiros, sociais, ambientais ou outros, por uma ou várias intervenções de desenvolvimento, numa sociedade, grupo ou comunidade receptora.

____________________________________

Economia

(Economy)

Ausência de desperdício de um dado recurso.

6

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Nota: uma actividade é económica se o custo de utilização dos recursos escassos se aproxima do mínimo necessário para atingir os objectivos previstos.

____________________________________

Efeito

(Effect)

Mudança esperada ou não, directa ou indirectamente atribuída a uma intervenção. Termo relacionado: resultados, efeito.

____________________________________

Eficácia

(Effectiveness)

Medida segundo a qual os objectivos da intervenção de desenvolvimento foram atingidos, ou se espera serem alcançados, tendo em consideração a sua importância relativa. Nota: o termo também é utilizado como sistema de medida global (ou como apreciação) do mérito e do valor de uma actividade; medida segundo a qual uma intervenção atingiu, ou se espera que atinja, os seus principais objectivos pertinentes, de forma eficaz e sustentável, e com impacte positivo em termos de desenvolvimento institucional.

____________________________________

Eficiência

(Efficiency)

Medida segundo a qual os recursos (fundos, peritos, tempo, etc.) são convertidos em resultados de forma mais económica.

____________________________________

Avaliabilidade

(Evaluability)

Medida segundo a qual uma actividade ou programa é avaliado de forma fiável e credível. Nota: a apreciação da avaliabilidade supõe um exame prévio da actividade proposta para verificar se os seus objectivos estão definidos de forma adequada e se os resultados são verificáveis.

____________________________________

Avaliação

(Evaluation)

7

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Apreciação sistemática e objectiva de um projecto, programa ou política, em curso ou terminado, quanto à sua concepção, execução e resultados. O propósito é determinar a pertinência e o grau de cumprimento dos objectivos, a eficiência em matéria de desenvolvimento, a eficácia, o impacte e a sustentabilidade. Uma avaliação deve fornecer informações credíveis e úteis permitindo integrar as lições da experiência nos processos de decisão dos beneficiários e dos doadores de fundos. O termo “avaliação” também se refere a um processo tão sistemático e objectivo quanto possível através do qual se determina a importância e o alcance de uma intervenção de desenvolvimento prevista, em curso ou concluída. Nota: em certas casos a avaliação supõe a definição de normas adequadas, a apreciação dos desempenhos relativamente a essas normas, a apreciação dos resultados esperados e alcançados e a identificação das lições relevantes. Termo relacionado: exame.

____________________________________

Avaliação prévia (Pré-avaliação / Avaliação ex-ante)

(Ex-ante evaluation)

Avaliação efectuada antes da implementação de uma intervenção de desenvolvimento. Termo relacionado: apreciação prévia.

____________________________________

Avaliação final (Avaliação ex-post)

(Ex-post evaluation)

Avaliação de uma intervenção de desenvolvimento após a sua conclusão. Nota: este tipo de avaliação pode ser realizado logo após a conclusão da intervenção ou algum tempo depois. O objectivo é identificar os factores de sucesso ou de fracasso, apreciar a sustentabilidade dos resultados e os impactes, e tirar conclusões que possam ser generalizadas a outras intervenções.

____________________________________

Avaliação externa

(External evaluation)

Avaliação de uma intervenção de desenvolvimento conduzida por serviços e/ou pessoas exteriores ao doador de fundos e à organização responsável pela sua execução.

____________________________________

Retroacção (Assimilação de ensinamentos)

(Feedback)

8

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Transmissão das constatações resultantes do processo de avaliação a todos os que podem tirar lições úteis e pertinentes com o objectivo de facilitar a aprendizagem. Isto pode implicar reunir e difundir as constatações, conclusões, recomendações e lições aprendidas.

____________________________________

Constatações

(Finding)

Afirmações factuais sobre uma ou várias avaliações que permitem verificar factos.

____________________________________

Avaliação formativa

(Formative evaluation)

Avaliação que visa melhorar o desempenho e que é habitualmente realizada durante a execução de um projecto ou programa. Nota: as avaliações formativas podem igualmente ser conduzidas por outras razões, tais como a verificação da conformidade e do respeito das obrigações legais, ou como parte de uma avaliação mais ampla. Termo relacionado: avaliação de processos.

____________________________________

Objectivo geral (Finalidade)

(Goal)

É o objectivo de ordem mais elevada para o qual contribui uma intervenção de desenvolvimento. Termo relacionado: objectivo de desenvolvimento.

____________________________________

Impactes

(Impacts)

Efeitos a longo prazo, positivos e negativos, primários e secundários, induzidos por uma intervenção de desenvolvimento, directa ou indirectamente, previstos ou não.

____________________________________

Avaliação independente

(Independent evaluation)

9

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Avaliação realizada por serviços ou pessoas que não estão ligadas aos responsáveis pela concepção e execução da intervenção de desenvolvimento. Nota: a credibilidade de uma avaliação depende, em parte, da independência com que é conduzida. A independência implica liberdade relativamente aos poderes políticos e às pressões da organização. É caracterizada pelo acesso livre e completo à informação e por uma autonomia total para realizar a investigação e elaborar as conclusões e recomendações.

____________________________________

Indicador

(Indicator)

Factor ou variável, de natureza quantitativa ou qualitativa, que constitui um meio simples e fiável de medir e informar sobre as mudanças ligadas à intervenção, ou ajudar a apreciar o desempenho de um actor do desenvolvimento.

____________________________________

Recursos

(Inputs)

Meios financeiros, humanos e materiais usados para uma intervenção de desenvolvimento.

____________________________________

Impacte em termos de desenvolvimento institucional (Institutional development impact) Efeitos de uma intervenção que afecta, mais ou menos, a capacidade de um país ou região de utilizar os seus próprios recursos (humanos, financeiros e naturais) da forma mais eficiente, equitativa e durável. Por exemplo: (a) mecanismos institucionais melhor definidos, mais estáveis, transparentes e eficazmente aplicados de forma previsível, e/ou (b) para os organismos afectados por essa mudanças institucionais, um melhor ajustamento entre o seu mandato, as suas missões e capacidades. Estes impactes podem incluir os efeitos não esperados de uma intervenção.

____________________________________

Avaliação interna

(Internal evaluation)

Avaliação conduzida por um serviço e/ou pessoas que dependem dos responsáveis pela intervenção de desenvolvimento, do financiador, dos parceiros ou da organização executora. Termo relacionado: auto-avaliação.

____________________________________

10

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Avaliação conjunta

(Joint evaluation)

Avaliação em que participam diferentes organismos doadores e/ou os parceiros. Nota: pode haver vários graus de parceria consoante os parceiros cooperem mais ou menos no processo de avaliação, juntem os seus recursos de avaliação e trabalhem conjuntamente os relatórios da avaliação. As avaliações conjuntas podem ajudar a tratar problemas de atribuição de competências, apreciando a eficácia dos programas e estratégias, a complementaridade dos esforços suportados pelos diferentes parceiros, assim como a qualidade da coordenação da ajuda, etc.

____________________________________

Lições aprendidas (Ensinamentos)

(Lessons learned)

Generalizações baseadas na avaliação das experiências com projectos, programas ou políticas que permitem retirar ensinamentos de circunstâncias específicas para situações mais abrangentes. Frequentemente as lições sublinham os pontos fortes e fracos na preparação, concepção e execução de intervenções que afectam o desempenho, os resultados e o impacte.

____________________________________

Quadro lógico

(Logical framework)

Instrumento que visa melhorar a concepção das acções, mais frequentemente ao nível dos projectos. Isso inclui a identificação dos elementos estratégicos (recursos, resultados imediatos, efeitos, impactes) e suas relações causais, dos indicadores, assim como dos factores externos (riscos) que podem influenciar o sucesso ou fracasso da intervenção. Facilita, assim, a concepção, execução e avaliação de uma intervenção de desenvolvimento. Termo relacionado: gestão centrada nos resultados.

____________________________________

Metavaliação

(Meta-evaluation)

Avaliação concebida como uma síntese das constatações tiradas de várias avaliações. O termo também é utilizado para designar a avaliação de uma avaliação com o objectivo de apreciar a sua qualidade e/ou apreciar o desempenho dos avaliadores.

____________________________________

Avaliação a meio percurso

(Mid-term evaluation)

11

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Avaliação conduzida a meio da execução de uma intervenção. Termo relacionado: avaliação formativa.

____________________________________

Acompanhamento / Monitorização

(Monitoring)

Processo contínuo de recolha sistemática de informações, segundo indicadores escolhidos, para fornecer aos gestores e aos detentores de interesse (stakeholders) de uma intervenção de desenvolvimento em curso, os elementos sobre os progressos realizados, os objectivos atingidos e os recursos afectados. Termos relacionados: acompanhamento do desempenho, indicador.

____________________________________

Efeito

(Outcome)

Aquilo que uma intervenção alcançará ou alcançou no curto e no médio prazo. Termos relacionados: resultados, produto, impacte, efeito.

____________________________________

Produto / Resultado imediato

(Outputs)

Bens, equipamentos ou serviços que resultam da intervenção de desenvolvimento. O termo pode aplicar-se às mudanças induzidas pela intervenção que podem conduzir a efeitos.

____________________________________

Avaliação participativa

(Participatory evaluation)

Método de avaliação segundo o qual os representantes das agências doadoras e os detentores de interesse (stakeholders) (incluindo os beneficiários) trabalham em conjunto para conceber e conduzir uma avaliação e dela retirar conclusões.

____________________________________

Parceiros

(Partners)

Pessoas e/ou organizações que colaboram para alcançar objectivos estabelecidos em conjunto.

12

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Nota: o conceito de parceria evoca os objectivos comuns, as responsabilidades partilhadas no que diz respeito aos efeitos, aos compromissos recíprocos e à obrigação de prestar contas de forma clara. Os parceiros podem ser organizações governamentais, da sociedade civil, ONG, universidades, associações profissionais, organizações multilaterais, empresas privadas, etc.

____________________________________

Desempenho (Performance)

(Performance)

Medida segundo a qual uma intervenção de desenvolvimento, ou um parceiro, age segundo os critérios, as normas e as orientações específicas ou obtém os resultados de acordo com os objectivos previamente estabelecidos.

____________________________________

Indicador de desempenho (Indicador de performance)

(Performance indicator)

Indicador que permite verificar as mudanças na intervenção de desenvolvimento ou mostrar os resultados obtidos relativamente ao planeado. Termos relacionados: acompanhamento do desempenho, medição dos desempenhos.

____________________________________

Medição dos desempenhos

(Performance measurement)

Sistema que permite apreciar os desempenhos das intervenções de desenvolvimento relativamente aos objectivos estabelecidos. Termos relacionados: acompanhamento dos desempenhos, indicadores.

____________________________________

Acompanhamento/monitorização dos desempenhos

(Performance monitoring)

Processo contínuo de recolha e análise de informação, com vista a apreciar a execução de um projecto, programa ou política face aos resultados esperados.

____________________________________

Avaliação de processos

(Process evaluation)

13

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Avaliação da dinâmica interna da organização encarregue de executar a intervenção, dos seus instrumentos e políticas de actuação, dos seus mecanismos de prestação de serviços, das suas práticas de gestão e das ligações entre estes elementos. Termo relacionado: avaliação formativa.

____________________________________

Avaliação de programas

(Program evaluation)

Avaliação de um conjunto estruturado de intervenções para atingir objectivos de desenvolvimento específicos à escala de um sector, país, região ou global. Nota: um programa de desenvolvimento tem uma duração limitada e implica actividades múltiplas que podem dizer respeito a áreas transversais, temas e/ou zonas geográficas. Termo relacionado: avaliação de país, programa nacional/ estratégia.

____________________________________

Avaliação de projecto

(Project evaluation)

Avaliação de uma intervenção individual de desenvolvimento, concebida para atingir objectivos específicos com recursos e um plano de trabalho determinados, muitas vezes no quadro de um programa mais abrangente. Nota: a análise custo-benefício é um dos principais instrumentos da avaliação para os projectos que apresentam benefícios mensuráveis. Quando os benefícios não podem ser quantificados a análise custo-eficácia é a abordagem mais adequada.

____________________________________

Objectivo do projecto ou do programa

(Project or program objective)

Resultados físicos, financeiros, institucionais, sociais, ambientais ou outros que o projecto ou programa é suposto produzir.

____________________________________

Finalidade

(Purpose)

Objectivos enunciados para um projecto ou programa de desenvolvimento.

____________________________________

14

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Garantia de qualidade

(Quality assurance)

Inclui todas as actividades respeitantes à apreciação e melhoria dos méritos e do valor de uma intervenção de desenvolvimento, ou o respeito pelas normas pré-estabelecidas. Nota: exemplos de actividades de garantia de qualidade: apreciação prévia, gestão centrada nos resultados, exames intermédios, avaliações, etc. A garantia de qualidade pode também referir-se à apreciação da qualidade de uma carteira de projectos e sua eficácia em termos de desenvolvimento.

____________________________________

Público alvo / População alvo

(Reach)

Beneficiários e outras partes detentoras de interesse (stakeholders) numa intervenção de desenvolvimento. Termo relacionado: beneficiários.

____________________________________

Recomendações

(Recommendations)

Propostas que têm por objectivo promover a eficácia, qualidade ou eficiência de uma intervenção de desenvolvimento, reorientar os objectivos, e/ou redistribuir/reafectar recursos. As recomendações devem estar relacionadas com as conclusões.

____________________________________

Relevância / Pertinência

(Relevance)

Medida segundo a qual os objectivos de uma intervenção de desenvolvimento correspondem às expectativas dos beneficiários, às necessidades do país, às prioridades globais, às políticas dos parceiros e dos doadores. Nota: retrospectivamente, a questão da relevância consiste frequentemente em colocar a questão de saber se os objectivos da intervenção ou a sua concepção continuam adequados tendo em conta a evolução do contexto.

____________________________________

Fiabilidade

(Reliability)

15

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Coerência e consistência das informações com base nas quais se faz uma avaliação e as apreciações que daí decorrem. A fiabilidade faz referência à qualidade das técnicas, procedimentos e análises utilizadas para recolher, tratar e interpretar os dados. Nota: a informação é fiável quando observações repetidas, utilizando os mesmos instrumentos em idênticas condições, produzem resultados semelhantes.

____________________________________

Resultados

(Results)

Produtos, efeitos ou impactes (esperados ou não, positivos e/ou negativos) de uma intervenção de desenvolvimento. Termos relacionados: efeito, impacte.

____________________________________

Cadeia de resultados

(Results chain)

Sequência de relações de causa-efeito que leva uma intervenção de desenvolvimento a atingir os seus objectivos. A cadeia de resultados começa pela disponibilização dos recursos e continua pelas actividades e seus produtos. Conduz aos efeitos e impactes e culmina numa assimilação dos ensinamentos. Em algumas agências de ajuda o público alvo faz parte da cadeia de resultados. Termos relacionados: pressupostos, quadro de resultados.

____________________________________

Quadro de resultados

(Results framework)

Representação lógica que explica como um objectivo de desenvolvimento pode ser alcançado tendo em conta as relações causais e os pressupostos. Termos relacionados: cadeia de resultados, quadro lógico

____________________________________

Gestão centrada nos resultados

(Results-based management)

Estratégia de gestão orientada para o desempenho, a obtenção de resultados, efeitos e impactes. Termo relacionado: quadro lógico.

16

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

____________________________________

Exame

(Review)

Apreciação do desempenho de uma intervenção, feita periodicamente ou de forma ad hoc. Nota: o termo “avaliação” é frequentemente aplicado para uma apreciação mais global e/ou mais profunda que um exame. O exame tende a sublinhar os aspectos operacionais. Os termos “exame” e “avaliação” são por vezes utilizados como sinónimos. Termo relacionado: avaliação.

____________________________________

Análise de riscos

(Risk analysis)

Análise ou apreciação de factores (designados por pressupostos no quadro lógico) que contribuem/ podem contribuir para alcançar os objectivos de uma intervenção de desenvolvimento. Exame detalhado das potenciais consequências não desejadas e negativas que uma acção de desenvolvimento pode ter na vida humana, na saúde, na propriedade ou no ambiente. Processo que se destina a identificar de forma sistemática as consequências não desejadas e os riscos, com quantificação da sua probabilidade de aparecimento e do seu impacte previsível.

____________________________________

Avaliação de programa sectorial

(Sector program evaluation)

Avaliação de uma série de intervenções de desenvolvimento num ou em vários países, as quais contribuem para alcançar determinado objectivo de desenvolvimento. Nota: um sector inclui actividades de desenvolvimento habitualmente agrupadas numa perspectiva de acção pública tais como a saúde, a educação, a agricultura, os transportes, etc.

____________________________________

Auto-avaliação

(Self-evaluation)

Avaliação efectuada por quem tem a responsabilidade de conceber e implementar uma intervenção de desenvolvimento.

____________________________________

Detentores de interesse

(Stakeholders)

17

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa

Agências, organizações, grupos ou indivíduos que têm um interesse directo ou indirecto numa intervenção de desenvolvimento, ou na sua avaliação.

____________________________________

Avaliação sumativa

(Summative evaluation)

Estudo conduzido no fim de uma intervenção (ou numa fase da intervenção) para determinar em que medida os resultados esperados foram alcançados. A avaliação sumativa visa fornecer informações sobre a validade do programa. Termo relacionado: avaliação de impacte.

____________________________________

Sustentabilidade

(Sustainability)

Continuação dos benefícios resultantes de uma intervenção de desenvolvimento, após a sua conclusão. Probabilidade de os benefícios perdurarem a longo prazo. Situação em que as vantagens líquidas são susceptíveis de resistir aos riscos ao longo do tempo.

____________________________________

Grupo alvo / População alvo

(Target group)

Pessoas ou organizações em benefício das quais é realizada a intervenção de desenvolvimento.

____________________________________

Termos de referência

(Terms of reference)

Documento escrito que apresenta o objectivo e âmbito da avaliação, os métodos a serem utilizados, as referências que permitem apreciar o desempenho ou conduzir a análise, os recursos e o tempo necessários, assim como as condições de apresentação e difusão dos resultados. Dito de outra forma, trata-se do caderno de encargos da avaliação.

____________________________________

Avaliação temática

(Thematic evaluation)

18

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa Avaliação de um certo número de intervenções, todas orientadas para uma prioridade específica de desenvolvimento, que se aplica de forma transversal aos países, regiões e sectores.

____________________________________

Triangulação

(Triangulation)

Utilização de pelo menos três teorias, fontes ou tipos de informação, ou tipos de análise para verificar e sustentar uma apreciação ou um ponto de vista. Nota: através da combinação de várias fontes, métodos, análises ou teorias, os avaliadores visam superar os enviesamentos que surgem quando se trabalha com uma única fonte de informação, um único observador, um único método ou uma única teoria.

____________________________________

Validade

(Validity)

Disposição segundo a qual as estratégias e os instrumentos de recolha de informação permitem medir o que é suposto medirem.

19

Loading...

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da - OECD.org

Ministério dos Negócios Estrangeiros Instituto da Cooperação Portuguesa GLOSSÁRIO DA AVALIAÇÃO E DA GESTÃO CENTRADA NOS RESULTADOS Termos agrupados p...

68KB Sizes 3 Downloads 13 Views

Recommend Documents

Tratamento dos cidadãos estrangeiros em - Provedor de Justiça
8. Perspetiva de género. 34. 8.1. Acomodação de estrangeiros do género feminino. 34. 8.2. Acomodação de pessoas tr

A responsabilidade civil dos notários - Instituto dos Registos e Notariado
Jan 21, 2003 - de seus agentes, reconhecendo o direito regressivo contra o agente, mas a benefício do. Poder Público, em

GLOSSÁRIO – Instituto Rosa dos Ventos
Conscin (consci + in) – Consciência intrafísica; a personalidade humana; o cidadão ou cidadã da Socin. Sinônimo e

Agencia Riff - Clientes Estrangeiros
Conheça as Editoras e Agências Literárias estrangeiras representadas pela Riff no Brasil e em Portugal. Siga-nos no Twit

cibersegurança - Instituto da Defesa Nacional
Jul 18, 2008 - nacional, no século XX tivemos de tornar seguro o ar, e no século XXI temos de tor‑ nar segura a nossa ..

praças da paz sulamérica - Instituto Sou da Paz
aspecto cultural e simbólico, ou seja, a forma como as relações ... pública. As mudanças que estamos vendo no espaço urb

Defesa Nação - Instituto da Defesa Nacional
Hannah Arendt analisou com grande acuidade este fenómeno do imperialismo e dos debates a que deu lugar no .... guiadas p

Projeto | ILAS - Instituto Latino Americano da Sepse
ILAS - Instituto Latino Americano da Spse. ... O método proposto consistiu na capacitação dos profissionais para impl

Management resources (PT) - Camões - Instituto da Cooperação e da
Sistema Integrado de Gestão e Avaliação de Desempenho da Administração Pública (SIADAP). O Sistema Integrado de Gestão e

2015) by Instituto de História da
Apr 6, 2016 - Quando o sujeito se torna o centro da História da Arte. 177. Inês Afonso Lopes. Arshile Gorky: An Armeni